segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Foi feitiço

Foi Feitiço / Andre Sardet
Composição: João Pedro Pais

Eu gostava de olhar para ti
E dizer-te que és uma luz
Que me acende a noite,
Me guia de dia
E seduz.
Eu gostava de ser como tu
Não ter asas e poder voar
Ter o céu como fundo
Ir ao fim do mundo e voltar
Eu não sei o que me aconteceu
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Pra gostar tanto assim de alguém
Como tu...
Eu gostava que olhasses para mim
E sentisses que sou o teu mar
Mergulhasses sem medo
Olhar em segredo
Só pra eu... te abraçar
Eu não sei o que me aconteceu
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Pra gostar tanto assim de alguém
Como tu...
O primeiro impulso
É sempre o mais justo
É mais verdadeiro
E o primeiro susto
Dá voltas e voltas
Na volta redonda
De um beijo profundo
Eu...
Eu não sei o que me aconteceu
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Pra gostar tanto assim de alguém
Como tu...
Eu não sei o que me aconteceu
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Pra gostar tanto assim de alguém
Como tu...
Como tu...
in http://letras.terra.com.br/andre-sardet/1223759/

Minha querida Xanoca:
Apesar de nunca andares por aqui,
cá te deixo mais uma marca
do meu Eterno Amor por ti.

Mesmo que nunca o venhas a ler,
em verdade terás de o saber:
Que te amo muito mais do que sonhas
e te admiro muito mais do que contas.

Como diz o Sardet, a cantar:
"Eu gostava que olhasses para mim
E sentisses que sou o teu mar
Mergulhasses sem medo
Olhar em segredo
Só pra eu... te abraçar"

Neste momento, em meu coração,
eu te abraço e te digo, amorzão:
Muito obrigado por tudo que és
e pela mulher linda que a Vida te fez.

Eu te peço que, com força e fé,
acredites sempre, em quem tens ao pé,
neste marido que te ama assim,
e te quer sua mulher, até ao fim.

Sempre teu,
Filipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário