segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

"Incentivos à governabilidade" - porque não?

Comunicado

Nos últimos dias, as famílias portuguesas têm vindo a ser bombardeadas com declarações do Governo e do Grupo Parlamentar que o apoia sobre o crescente risco de ingovernabilidade do país.

A APFN sugere que o Primeiro-Ministro, à semelhança do que tem vindo a fazer com os "incentivos à natalidade", substitua o ordenado dos senhores Ministros, Secretários de Estado e deputados da maioria por "contas poupança-futuro", a receberem daqui a 18 anos, como "incentivo à governabilidade".

Quase de certeza não irá resolver o défice de governabilidade, como não tem resolvido o défice de natalidade, mas dará para perceberem porque razão não têm servido para nada os "incentivos" que têm inventado nos últimos anos.
Lisboa, 4 de Fevereiro de 2010

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas
Rua José Calheiros, 15
1400-229 Lisboa

Tel: 217 552 603 - 919 259 666 - 917 219 197
Fax: 217 552 604
in http://www.apfn.com.pt/news_detalhe.php?id=295

Nenhum comentário:

Postar um comentário