domingo, 19 de junho de 2011

Santo António de Lisboa, de Pádua e de todo o Mundo


+++
Nasceu em Lisboa e foi Fernando por baptismo.
Chamava-se Frei António, quando morreu a caminho de Pádua.

Cedo se deixou seduzir por Cristo.
Para melhor O servir consagrou a sua vida a Deus.
Para anunciar a Boa Nova da Salvação preparou-se pelo estudo e pela oração.

O martírio de cinco franciscanos incendeia-lhe o coração
com uma invulgar paixão missionária que não mais o deixará.

Raramente se cumprem os seus planos,
aceitando com fidelidade e obediência o que Deus lhe pede,
através das circunstâncias da sua vida atribulada
e na adesão ao mandato dos seus superiores.

Fez sua a pobreza mendicante de S. Francisco de Assis
que o mandou anunciar a Verdade, pregando o Evangelho
a crentes e hereges.

Fazendo o que tinha de fazer,
tendo a Graça por sustento e a oração como alimento,
todos reconheciam como nele brilhava a Glória de Deus.

Santo António morreu santo, porque em vida se deixou santificar.
É este o milagre que eu lhe peço para mim.

Rui Corrêa d'Oliveira
fonte: Oração da Manhã (RR)
visite também: Canção Nova


Nenhum comentário:

Postar um comentário