sábado, 27 de outubro de 2012

Casal de árvores

Encontro uma árvore que parece uma fisga. Um dos braços na vertical e outro mais caído, pendurado sobre o que parece ter sido um pequeno curso de água. Olho para os seus ramos e apercebo-me que se ligam a outra árvore próxima. Parece que estão abraçadas. Pergunto-me se as suas raízes também se abraçam e se cruzam. É possível que sim. Um pombo aproxima-se de mim e dá uma volta inteira em meu redor. Depois continua a caminhar para longe. É como se me tivesse vindo dizer que sim, que aquelas árvores estavam mesmo ligadas…
Manuel Filipe Santos
Oeiras, 27 de outubro de 2012


Nenhum comentário:

Postar um comentário