quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Gratidão (Louise Hay)


 +++
O livro de Harville Hendrix, Getting the love you want, tornou-se um­­­ manual popular para as relações. O primeiro passo para se conseguir o amor que se quer é apreciar-se o amor que se tem. O Universo dá-nos sempre mais daquilo em que nos concentramos. Jesus disse: «Àquele que tem, mais será dado; àquele que não tem, mais será tirado.» Jesus estava a clarificar um princípio metafísico de suprema importância, a verdadeira chave para a manifestação da abundância. Jesus estava a ensinar a importância de nos concentrarmos naquilo que temos ou queremos, em vez de nos concentrarmos naquilo que nos falta ou que não queremos.
Podemos olhar para qualquer experiência de duas maneiras: pelos olhos da escassez ou pelos olhos da abundância. O medo vê limites, enquanto o amor vê possibilidades. Cada atitude será justificada pelo sistema de crença que abraçarmos. Mude a sua lealdade do medo para o amor, e o amor irá sustentá-lo por onde quer que vá. Um Curso em Milagres diz-nos que «O amor não pode estar muito longe de um coração grato e de uma mente agradecida… Estas são as verdadeiras condições para o seu regresso a casa.»
in Gratidão de Louise Hay (pág. 31 da 3ª edição da Pergaminho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário