segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Eneagrama


http://www.leevanlaer.com/
+++
+++
I think that the folowing is the correct assignment for the notes, according to the colours:
+++
The traditional assignment is this (don't know why):

source: http://psalterystrings.ning.com/group/healers/forum/topics/musicial-vibrations-and-chakras
see also: http://www.gootar.com/theory.htm
+++
So, music notes do not seem to be correct.
Therefore, my proposals that I will comunicate to Lee van Laer, are:
or, even more, this proposal:
see:
+++

sábado, 17 de outubro de 2015

Perhaps Love



Talvez o amor seja como um local de descanso
Um abrigo da tempestade
Ele existe para te oferecer conforto
Ele está lá para te manter aquecido
E naqueles tempos de dificuldade
Quando você está na maior parte sozinho
A lembrança do amor vai te trazer para casa

Talvez o amor seja como uma janela
Talvez uma porta aberta
Ele te convida para chegar mais perto
Ele quer te mostrar mais
E mesmo se você perder a si mesmo
E não souber o que fazer
A lembrança do amor vai te acompanhar

O amor para alguns é como uma nuvem
Para alguns tão forte como o aço
Para alguns um modo de vida
Para alguns um modo de sentir
E alguns dizem que o amor está persistindo
E alguns dizem que está desistindo
E alguns dizem que o amor é tudo
E alguns dizem que não sabem

Talvez o amor seja como o oceano
Repleto de conflito, repleto de dor
Como uma chama quando está frio lá fora
Um trovão quando chove
Se eu viver eternamente
E todos os meus sonhos tornarem-se realidade
Minhas lembranças do amor serão sobre você

Alguns dizem que o amor está persistindo
E alguns dizem que está desistindo
E alguns dizem que o amor é tudo
E alguns dizem que não sabem

Talvez o amor seja como o oceano
Repleto de conflito, repleto de dor
Como uma chama quando está frio lá fora
Um trovão quando chove
Se eu viver eternamente
E todos os meus sonhos tornarem-se realidade
Minhas lembranças do amor serão sobre você
fonte: vaga lume

+++

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Miragem - Marcus Viana


Ah! Se pudéssemos contar
As voltas que a vida dá
Para que a gente possa
Encontrar um grande amor...

É como se pudéssemos contar
Todas estrelas do céu
Os grãos de areia desse mar
Ainda assim...

Pobre coração
O dos apaixonados
Que cruzam o deserto
Em busca de um oásis em flor
Arriscando tudo por
Uma miragem
Pois sabem que há uma fonte
Oculta nas areias...

Bem aventurados
Os que dela bebem
Porque para sempre
Serão consolados...

Somente por amor
A gente põe a mão
No fogo da paixão
E deixa se queimar
Somente por amor...

Movemos terra e céus
Rasgando sete véus
Saltamos do abismo
Sem olhar para trás
Somente por amor
E a vida se refaz...

Somente por amor
A gente põe a mão
No fogo da paixão
E deixa se queimar
Somente por amor...

Movemos terra e céus
Rasgando sete véus
Saltamos do abismo
Sem olhar para trás
Somente por amor
A vida se refaz
E a morte não é mais
Para nós!...
fonte: letras


segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Mudar

Começamos mais uma semana, com as suas rotinas e desafios. Hoje, vamos pensar num aspecto concreto que poderemos mudar na nossa vida: uma decisão que estamos a adiar há algum tempo; uma relação com alguma pessoa que precisa de ser tocada pelo diálogo e pelo perdão; uma tarefa que está ali à espera de ser cumprida. As mudanças na nossa vida não se fazem de um dia para o outro. É preciso ter alguma sabedoria para escolher aspectos concretos que seja possível mudar. Um dia melhoro uma coisa, no dia seguinte, melhoro outra. E pouco a pouco, com paciência e perseverança, os nossos dias serão diferentes, acertando com aquilo que sabemos que é verdadeiramente essencial.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Quem és Tu?

Senhor
Esta manhã acordei a perguntar:
“Quem és Tu?”
 
As respostas podem ser muitas
mas tenho medo que sejam respostas
fabricadas com os nossos preconceitos
os nossos quadros teológicos
as nossas verdades pré-concebidas.
 
Tenho medo que, muitas vezes, 
sejamos como os teus conterrâneos
achemos que já Te conhecemos
que sabemos bem de onde vens
o que pretendes de nós
os caminhos que nos apontas
e matemos assim a capacidade de surpresa
que sempre acontece 
quando nos encontramos verdadeiramente contigo.
 
Senhor, que nunca percamos o dom
de nos surpreendermos contigo
com as tuas propostas
com a tua Palavra de Vida.
Que sempre tenhamos diante de Ti
um coração de criança
um olhar de criança
um sonho de criança.

D. Manuel Santos
Rádio Renascença