quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Boa noite Pai

Boa noite Pai,

Há cerca de um mês escrevi esta carta e hoje tu partiste.

Tens sempre um lugar no meu coração. 
Um lugar só para ti!

O teu Hippie.
Oeiras, 21 de Fevereiro de 2018.



Pai,


Quero dizer-te hoje, porque é hoje que quero que tu o saibas. Quero dizer-te hoje, porque é hoje que importa que o saibas: quero que saibas que admiro a tua força, a tua perseverança e a tua entrega. 

Esta é uma carta de reconhecimento, uma carta sem lamento e com grande gratidão à Vida.

Se estivesse no teu lugar não sei se conseguiria manter sequer os olhos abertos e não desistir. Seria tão mais fácil… Mas tu não desistes e a todos dás uma lição; uma lição de coragem. És um verdadeiro Guerreiro. Sempre um Guerreiro e sempre com um sorriso. Sempre com sentido de humor, rindo de ti próprio. Sempre encontras força para dizer uma palavra, como caipirinha, um nome próprio ou um até amanhã. Sempre encontras força para dar um sinal de entendimento; um piscar de olhos ou um leve movimento da cabeça.

Quero que saibas que te Amo.

E não te amo apenas por seres meu pai. Admiro-te ainda mais porque nesta fase difícil da tua vida me estás a dar a maior das lições: a lição da Perseverança.

Só posso agradecer a Deus os pais que me deu. A ti quero agradecer tudo o que me deste e ensinaste. Mesmo que muitas vezes tenha parecido que não ouvia, eu registei e mesmo que tenha parecido que ignorei, eu quase sempre aceitei e adoptei. Perdoa se nem sempre fui reconhecido e grato.

Hoje, também a Mãe nos dá a todos mais uma grande lição de Amor, na presença e entrega total a ti, estando a teu lado a cada minuto com o carinho e a dedicação que durante toda a sua vida, sempre te deu.

Sei que neste momento não consegues comunicar, por isso quero que guardes estas palavras com muito carinho. Quero que estas minhas palavras te levem Paz, Gratidão e muita Tranquilidade. Quero que sintas a Serenidade de um pai que sempre deu o melhor aos seus filhos e quero que saibas que, tanto eu como o Miguel, sabemos reconhecer isso e te estamos gratos do fundo do nosso coração.

Quero também que saibas que, tal como nós te amamos, em conjunto com todos os teus familiares e amigos ( e fica sabendo que tens muitos ), mais ainda te ama o Pai do Céu com um Amor infinitamente superior ao nosso.

Amo-te Pai!
O teu filho,
Manuel Filipe.

Oeiras, 23 de Janeiro de 2018.