sábado, 2 de abril de 2011

Não me venhas falar de Amor

Não me venhas falar de Amor
quando ignoras e desprezas,
fingindo que não vês.

Podes até dizer que te defendes,
que foges para não sofrer
e evitas para esquecer
mas não me venhas falar de Amor.
Porque o Amor tudo supera,
tudo vence e ilumina.
E mesmo quando a maior escuridão
fechada insiste em resistir,
há sempre uma porta aberta
que um dia vais descobrir.
Então fala-me de Amor,
porque aí já vais sentir,
e então será possível
um mundo melhor construir.
O Amor tudo transforma:
O mau em bom se torna,
o triste em alegria se esvai,
o falso a verdade encontra
o cruel, derrotado, cai.
Por isso eu agora digo:
Fala-me de Amor, sim,
mas vive-o primeiro assim,
na dádiva gratuita e generosa,
na entrega genuína e sincera,
na compaixão amiga e verdadeira
de quem Ama pela vez primeira.
Manuel Filipe Santos
2011.04.02

Nenhum comentário:

Postar um comentário