sábado, 19 de novembro de 2011

Irmão Roger (Taizé)



«Quando o coração te acuse,
Deus é maior que o teu coração.
E Ele sabe tudo.
E Ele conhece tudo.»


...

"Muitos jovens tinham a imagem dele como um homem que estava sempre disponível para os escutar, todas as noites depois da oração, se fosse preciso durante horas. E quando o cansaço se tornou demasiado grande para que ele conseguisse escutar cada um, mesmo assim ele permanecia na igreja e dava a todos os que se aproximavam dele uma simples bênção, pondo a sua mão na testa deles."
...

"Ele procurava constantemente concretizar a compaixão do coração, sobretudo com os pobres. Gostava de citar Santo Agostinho: «Ama e di-lo com a tua vida.» Isso levava-o a realizar gestos, por vezes surpreendentes. Vimo-lo regressar de uma viagem a Calcutá com um bebé ao colo, uma menina que a Madre Teresa lhe tinha confiado com a esperança de que ela pudesse sobreviver na Europa, o que de facto aconteceu."
...

"O irmão Roger referia-se frequentemente às bem-aventuranças e dizia por vezes de si próprio : «Eu sou um pobre.» Ele pedia-nos, aos irmãos, para não sermos mestres espirituais, mas antes de tudo homens de escuta. Falava do seu ministério de prior como o de um «pobre servo de comunhão na Comunidade.» Não escondia a sua vulnerabilidade."
...

"apesar do mundo ser frequentemente despedaçado por violências e conflitos, podemos manter sobre ele um olhar de esperança."

Irmão Roger (1915-2005)
Uma palavra de ordem from Taize on Vimeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário