quarta-feira, 6 de março de 2019

Não gosto de cadeias nem de correntes...

Não gosto de cadeias nem de correntes
e vou explicar porquê:

Quando partilho qualquer informação,
pensamento ou conhecimento,
faço-o por convicção.

Porque acredito que é meu dever
e faço-o com o Coração.

Foi por isso que criei este blog.

Não o faço por temor,
nem por medo ou obrigação.

Faço-o por Amor.

Neste caso ocorreu-me deixar aqui a imagem
porque confesso estar apaixonado por Jesus.

Mas não alimento correntes,
principalmente nos termos em que esta 
me apareceu.

Parece-me que isto é "mau" trabalho
apelando ao "interesse" e ao medo
que infelizmente existe em cada um de nós.

Importa mudarmos o paradigma
e alterarmos a nossa forma de pensar,
substituindo o medo por Amor!

Aqui fica o meu desabafo.

E o criador inicial desta corrente
pode, para todos os efeitos, 
considerar que eu a quebrei...

Mano,
Oeiras, 6 de Março de 2019.


Amor Tem Si

Cinzas


Dá fé ao teu irmão,
pois a fé e a esperança e a misericórdia
são tuas para serem dadas.
A dádiva é dada às mãos que dão.
Olha para o teu irmão e vê nele a dádiva de Deus
que queres receber.
É quase Páscoa, o tempo da ressurreição.
UCEM-T-19.IV.D.17:1-4

Obrigado Francisco

A Vida Toda

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

O Vendedor de Sonhos


"Muitos dançam sobre o solo,
Mas não na pista do auto-conhecimento.
São deuses que não reconhecem os seus limites.
Como poderão encontrar-se, se nunca se perderam?
Como serão humanos se não se aproximam de si?
Quem são vocês? Sim, digam-me, quem são? "...


"- Sem sonhos , os monstros que nos assediam, 
estejam eles alojados na nossa mente ou no terreno social, 
irão controlar-nos. 
O objectivo fundamental dos sonhos não é o sucesso, 
mas livrar-nos dos fantasmas do conformismo. "

"É possível encontrar um grande amor. 
Só não se esqueça que poderá ter o melhor parceiro ao seu lado, 
mas continuará infeliz se não tiver um romance com a própria vida...
Contudo para o alcançar, terá de deixar de ser escrava.

Escrava de quê?
Dos padrões de beleza do sistema. - afirmou"

Augusto Cury
O Vendedor de Sonhos

Nota: Obrigado MJP.



How can we be happy in an illusory world?

Depus a máscara e vi-me ao espelho


Depus a máscara e vi-me ao espelho. —
Era a criança de há quantos anos.
Não tinha mudado nada...
É essa a vantagem de saber tirar a máscara.
É-se sempre a criança,
O passado que foi
A criança.

Depus a máscara e tornei a pô-la.
Assim é melhor,
Assim sou a máscara.
E volto à personalidade como a um terminus de linha.
18-8-1934
Poesias de Álvaro de Campos. Fernando Pessoa. Lisboa: Ática, 1944 (imp. 1993)

Saber reagir perante o inesperado


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Olá pai

Hoje estou a pensar 
Nas saudades que tenho 
Do meu pai
Com os seus defeitos
Recordo acima de tudo 
O seu sorriso.

Bjs,
Filipe.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Olá mano stressado


Matámos o tempo
e por isso matámos também
a possibilidade de Amar.
Não temos tempo
mas somos escravos dele...
O Tirano morto!
Todos queríamos ter tempo.
Tempo para fazer aquilo
que hoje não temos tempo
para fazer.
Mas quando temos tempo
precisamos de descansar,
porque estivemos sempre a correr
atrás do tempo que conseguiu
escapar.
Que grande armadilha esta
que o tempo nos pregou:
Pensarmos que venerando o Tempo
algum dia poderíamos Amar.
O tempo é a maior ilusão.
Só é Real o Agora.
O passado é memória.
O futuro é projecção
e quando de nós se aproxima
só traz medo e preocupação.
Para Amar é preciso tempo
sem limite nem restrição.
Para Amar, só mesmo Agora
porque o resto é apenas
imaginação.

Mano
Barcarena, 20 de Fevereiro de 2019.