domingo, 31 de janeiro de 2010

São Francisco de Sales


Nasceu no Castelo de Sales em 1567. Sua mãe, a condessa, buscou formar muito bem o seu filho com os padres da Companhia de Jesus, onde aprendeu línguas. Muito cedo, fez um voto de viver a castidade e buscar sempre a vontade do Senhor. Ao longo da história deste santo muito amado, vamos percebendo o quanto ele buscou e o quanto encontrou o que Deus queria.

Mais tarde, São Francisco escreveu Introdução à vida devota e, vivendo do amor de Deus, escreveu também o Tratado do amor de Deus.

Atacado por uma tentação de desconfiar da misericórdia do Senhor, a resposta ele buscou com o auxílio de Nossa Senhora; por isso, foi dissipada aquela tentação. Estudou direito em Pádua, mas, contrariando familiares, quis ser sacerdote. E foi um sacerdote buscando a santidade não só para si, mas também para os outros.

No seu precorrer de pregações, de zelo apostólico e de evangelização, semeando a unidade e espalhando, com a ajuda da imprensa, a sã doutrina cristã. Foi escolhido por Deus para o serviço do episcopado em Genebra. Primeiro, como coadjutor, depois, sendo o titular. Um apóstolo do amor e da misericórdia. Um homem que conseguiu expressar, com o seu amor e a sua vida a mansidão do Senhor.

Diz-se que, depois de sua morte, descobriu-se que sua mesa de trabalho estava toda arranhada por baixo, porque, com seu temperamento forte, preferia arranhar a mesa do que responder sem amor, sem mansidão para as pessoas.

Foi fundador da 'Ordem da Visitação', mas também um exemplo para tantos religiosos como os salesianos de Dom Bosco. Eles são chamados assim por causa do testemunho de São Francisco de Sales.

Ele morreu com 56 anos, sendo que 21 anos foram vividos no episcopado como servos para todos e sinal de santidade.

Peçamos a intercessão desse grande santo para que, numa vida devota e vivendo do amor de Deus, possamos percorrer o nosso caminho em busca de Deus em todos os caminhos.

São Francisco de Sales , rogai por nós!
in http://www.cancaonova.com/portal/canais/liturgia/santo/index.php?&dia=24&mes=1&ano=2010

São João Bosco


Nasceu perto de Turim, na Itália, em 1815. Muito cedo conheceu o que significava a palavra sofrimento, pois perdeu o pai tendo apenas 2 anos. Sofreu incompreensões por causa de um irmão muito violento que teve.

Dom Bosco quis ser sacerdote, mas sua mãe o alertava: “Se você quer ser padre para ser rico, eu não vou visitá-lo, porque nasci na pobreza e quero morrer nela”. Logo, Dom Bosco foi crescendo diante do testemunho de sua mãe Margarida, uma mulher de oração e discernimento. Ele teve que sair muito cedo de casa, mas aquele seu desejo de ser padre o acompanhou. Com 26 anos de idade, ele recebeu a graça da ordenação sacerdotal.

Um homem carismático, Dom Bosco sofreu. Desde cedo, ele foi visitado por sonhos proféticos que só vieram a se realizar ao longo dos anos. Um homem sensível, de caridade com os jovens, se fez tudo para todos. Dom Bosco foi ao encontro da necessidade e da realidade daqueles jovens que não tinham onde viver, necessitavam de uma nova evangelização, de acolhimento. Um sacerdote corajoso, mas muito incompreendido. Foi chamado de louco por muitos devido à sua ousadia e à sua docilidade ao Divino Espírito Santo.

Dom Bosco, criador dos oratórios. Catequeses e orientações profissionais foram surgindo para os jovens. Enfim, Dom Bosco era um homem voltado para o céu e, por isso, enraizado com o sofrimento humano, especialmente, dos jovens. Grande devoto da Santíssima Virgem Auxiliadora, foi um homem de trabalho e oração. Exemplo para os jovens, foi pai e mestre, como encontramos citado na liturgia de hoje.
São João Bosco foi modelo, mas também soube observar tantos outros exemplos. Fundou a Congregação dos Salesianos dedicado à proteção de São Francisco de Sales, que foi o santo da mansidão. Isso que Dom Bosco foi também para aqueles jovens e para muitos, inclusive aqueles que não o compreendiam.

Para a Canção Nova, para a Igreja e para todos nós, é um grande intercessor, porque viveu a intimidade com Nosso Senhor.

Homem orante, de um trabalho santificado, em tudo viveu a inspiração de Deus. Deixou uma grande família, um grande exemplo de como viver na graça, fiel a Nosso Senhor Jesus Cristo.

Em 31 de janeiro de 1888, tendo se desgastado por amor a Deus e pela salvação das almas, ele partiu. Mas está conosco no seu testemunho e na sua intercessão.

São João Bosco, rogai por nós!

Jesus rejeitado em Sua própria terra


in http://www.3minutos.net/
see http://bibliaonline.com.br/acf/mt/13
Hoje encontramos a resposta de várias perguntas que ficaram abertas no domingo anterior. Será mesmo que Jesus veio para instaurar o ano da remissão das dívidas (cf. Lc 4,19)? O Senhor teria desejado realizar materialmente essa utopia? Parece que Lucas, o único evangelista que aborda este tema, quer dizer algo mais. Na sua descrição, ele reúne diversos elementos. A citação de Is 61,1-3, na boca de Jesus (cf. Lc 4,16-19), tem por quadro uma combinação de Mc 1,21 (ensino na sinagoga) e 6,1-6 (rejeição em Nazaré). Percebemos uma correspondência de teor teológico entre o versículo 19, “um ano agradável da parte do Senhor”, e o versículo 24 “nenhum profeta é agradável em sua terra”. A citação do “ano da graça” não é relacionada, por Lucas, com uma mera reforma social, mas com a pessoa de Jesus mesmo. Cristo anuncia o “ano agradável da parte do Senhor”, a encarnação dos dons de Deus para Seu povo, especialmente para os pobres e humildes (cf. Dt 15).

Mas o povo de Nazaré não recebe com agrado o profeta que anuncia isso… Nazaré aplaude a mensagem do ano de remissão, mas rejeita aquilo que o profeta em pessoa representa: a salvação universal. A restauração dos empobrecidos é a porta de entrada da salvação universal, pois o que é para todos tem de começar com os últimos, os excluídos.

A rejeição acontece mansamente e devemos admirar novamente a arte narrativa de Lucas. Primeiro, o povo admira Jesus e as palavras d’Ele. Mas sua admiração é a negação daquilo que o Messias quer. Desconhecendo o “Filho de Deus”, tropeçam na sua origem por demais comum: “Não é este o filho de José?” Jesus toma a dianteira prevendo que eles apenas quererão ver Suas façanhas, como as feitas em Cafarnaum. Por isso, o Senhor lança um desafio: Ele não é um médico para uso caseiro. Como nenhum profeta é agradável à sua própria gente, a missão de Cristo ultrapassa os morros de Nazaré. E insiste: Elias, expulso de Israel, ajudou a viúva de Sarepta, na Finícia, e Eliseu curou o sírio Naamã… Os nazarenses, ciosos, não aguentam essas palavras e querem jogá-Lo no precipício (uma variante do apedrejamento). Mas Jesus, com a autoridade do Espírito, que repousa sobre Ele, passa no meio deles e vai adiante…

Nazaré perdeu sua oportunidade, prefigurando assim a sorte da “pátria” do judaísmo: “Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados, quantas vezes quis eu reunir teus filhos…” (Lc13,34-35) - “ Ah, se nesse dia conhecesses a mensagem da paz… Não conheceste o dia em que forte visitado!”

Trata-se da visita de Deus a Seu povo e a Seu santuário, que não foi “agradável”, “bem recebida”. Que a Palavra de Deus, neste quarto domingo do tempo comum – tempo de amadurecimento na fé – nos leve a acolher o Cristo na Sua totalidade. O grande sinal da presença do Altíssimo em nós é a vivência do amor concreto por cada um de nós, pois nada possui valor em nós se aí não existir a caridade. Caridade esta que não é sentimento – passa pelos sentimentos – mas acima de tudo é decisão.

Padre Marcos Pacheco
Comunidade Canção Nova
in http://blog.cancaonova.com/homilia/2010/01/31/

Lamento junto a Deus pelo Haiti

Há uma via-sacra de sofrimento com estações que nunca acabam no pequeno e pobre pais do Haiti. Sofrimento no corpo, na alma, no coração, na mente assaltada por fantasmas de pânico e de morte. Há também muito sofrimento em todos os humanos que não perderam o senso mínimo de humanidade e de solidariedade. Desta com-paixão universal nasce uma misteriosa comunidade que anula as diferenças, as religiões, as ideologias que antes nos separavam e até nos dividam. Agora só conta a comum humanitas absurdamente maltratada e que deve ser socorrida.

Em cada haitiano que sofre soterrado ou que morre de sede e de fome, morremos um pouco também todos nós junto com eles. Finalmente somos irmãos e irmãs da única e mesma família humana. Como não sofrer?

Mas há também um sofrimento profundo e dilacerante nas pessoas de fé que proclamam que Deus é Pai e Mãe de bondade e de amor. Como continuar a crer? Queixosos nos perguntamos: "Deus, onde estavas quando se formou aquele tremor raso que dizimou os teus filhos e filhas mais pobres e sofridos de todo o extremo Ocidente? Por que não intervieste? Não és o Criador da Terra com seus continentes e suas placas tectônicas? Não és Pai e Mãe de ternura, especialmente, daqueles que são como teu Filho Jesus os injustamente crucificados da história? Por que"?

Este silêncio de Deus é aterrador porque ele simplesmente não tem resposta. Por mais que gênios como Jó, Buda, Santo Agostinho, Tomás de Aquino, Leibniz e outros tivessem arquitetado argumentos para isentar Deus e esclarecer a dor, nem por isso a dor desaparece e a tragédia deixa de existir. A compreensão da dor não suspende a dor, assim como ouvir receitas culinárias não faz matar a fome.

O próprio Jesus não foi poupado da angústia do sofrimento. Do alto da cruz lançou um brado lancinante ao céu, queixando-se:"Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste"?

Damos razão a Jó, irritado com seus "amigos" que lhe queriam explicar o sentido de sua dor:"Vós não sois senão charlatães, não sois senão médicos de mentira; se ao menos vos calásseis, os homens tomar-vos-iam por sábios". Mas não podemos calar. A dor é demasiada e a noite, tenebrosa. Precisamos de alguma luz.

Mesmo sem luz, continuamos a crer com o coração partido, porque estamos convencidos de que o caos e a tragédia não podem ter a última palavra. Deus é tão poderoso que pode tirar um bem do mal. Apenas não sabemos como. Esperançosos, fazemos uma aposta nesta possibilidade que não deixa nossas lágrima serem vãs. Ademais, cremos que Deus pode ser aquilo que nós não compreendemos. Acima da razão que quer explicações, há o mistério que pede silêncio e reverência. Ele esconde o sentido secreto de todos os eventos também daqueles trágicos.

Identifico-me com o poema de um grande argentino que perdeu um filho na repressão militar: Juan Gelman:

"Pai, desce do céus, esqueci as orações que me ensinou minha avó, pobrezinha, ela agora repousa, não tem mais que lavar, limpar, não tem mais que preocupar-se, andando o dia todo atrás da roupa, não tem mais que velar de noite, penosamente, rezar, pedir-te coisas, resmungando docemente".

"Pai, desce dos céus, se estás, desce, então, pois morro de fome nesta esquina, não sei para que serve haver nascido, olho as mãos inchadas, não tem trabalho, não tem, desce um pouco, contempla isto que sou, este sapato roto, esta angústia, este estômago vazio, esta cidade sem pão para meus dentes, a febre, cavando-me a carne, este dormir assim, sob a chuva, castigado pelo frio, perseguido".

"Te digo que não entendo, Pai, desce, toca-me a alma, toca-me o coração, eu não roubei, nem assassinei, fui criança e em troca me golpeiam e golpeiam, te digo que não entendo, Pai, desce, se estás, pois busco resignação em mim e não tenho e vou encher-me de raiva e estou disposto a brigar e vou gritar até estourar o pescoço de sangue, porque não posso mais, tenho rins, e sou um homem, desce".

"Que fizeram de tua criatura, Pai? Um animal furioso que mastiga a pedra da rua? Pai, desce".

Que o Pai desça sobre os haitianos com seu amor.

Leonardo Boff é Teólogo
in http://alainet.org/active/35840&lang=es

O Milagre da Vida

See http://makeitabetterplaceforus.blogspot.com/2009/06/milagre.html

Banda Louvor & Glória
SOU UM MILAGRE
Nunca houve noite, que pudesse impedir
O nascer do sol e a esperança
E não há problema que possa impedir
As mãos de Jesus pra me ajudar
Haverá milagre dentro de mim
Vem descendo o rio pra me dar a vida
Este rio que emana lá da cruz
Do lado de Jesus
Aquilo que parecia impossível
Aquilo que parecia não ter saída
Aquilo que parecia ser minha morte
Mas Jesus mudou minha sorte
Sou um milagre, estou aqui
Usa-me sou o teu milagre
Usa-me quero te servir
Usa-me sou a tua imagem
Usa-me ó filho de Davi
see http://www.cantodapaz.com.br/blog/2007/06/02/sou-um-milagre-banda-louvor-gloria/

sábado, 30 de janeiro de 2010

Tudo posso em Jesus



Posso, tudo posso Naquele que me fortalece
Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir
Quero, tudo quero, sem medo entregar meus projetos
Deixar-me guiar nos caminhos que Deus desejou pra mim e ali estar
Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim
Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor
Do que ficou, vou me lembrar
E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou
Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar
Vou persistir, continuar a esperar e crer

E mesmo quando a visão se turva e o coração só chora
Mas na alma, há certeza da vitória

Posso, tudo posso Naquele que me fortalece
Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir
Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim
Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor
Do que ficou, vou me lembrar
E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou
Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar
Vou persistir, continuar a esperar e crer ...

Eu vou sofrendo, mas seguindo enquanto tantos não entendem
Vou cantando minha história, profetizando
+++
Que eu posso, tudo posso... em Jesus!
+++
in http://www.lyricstime.com/celina-borges-tudo-posso-lyrics.html

Corvo inteligente


Interessante vídeo sobre os corvos do Japão. O corvo descobriu uma maneira mais fácil de quebrar a noz. Nem sempre a noz se quebra quando atirada do céu. Então o corvo pousa em cima do semáforo e joga a noz na rua para que os carros passem por cima e quebre-a... depois que a noz é quebrada o corvo espera o sinal ficar vermelho para os carros e então ela desce em segurança para pegar os pedaços de nozes no asfalto.

É inacreditável o que esse pássaro foi capaz de fazer para conseguir puxar o cesto com algumas sementes que estava no fundo o frasco!

Taizé convida a rezar pelo Haiti no dia 12 de cada mês

Transmitindo a sugestão feita por um jovem do Haiti, depois do sismo do dia 12 de Janeiro, a Comunidade de Taizé convida todos os que puderem a rezar pelo povo do Haiti, sozinhos ou em grupo, no dia 12 de cada mês, durante 12 meses.

Este jovem, que foi voluntário em Taizé no Verão de 2006, escreveu: «A vida ou a morte, não vejo a diferença depois desta terça-feira, 12 de Janeiro, quando o país mergulhou numa profunda desordem. Mas Deus é grande e, uma vez que é amor, o seu plano de amor para nós já está estabelecido. Os cânticos de Taizé dão-me uma força e uma confiança nunca imaginadas. Peçam a todos os povos do mundo para rezar no dia 12 de cada mês, durante 12 meses, pelo povo haitiano. Não hesitem! É muito importante.»

Alguns jovens do Haiti, que foram voluntários em Taizé nos últimos anos, escreveram-nos do seu abalado país.
Estes testemunhos estão publicados na página http://www.taize.fr/pt_article9736.html

O site de Taizé dará, antes de 12 de Fevereiro, uma proposta de oração que poderá ser utilizada nesse dia.



Taizé Prayer extends an invitation to all to experience prayer in a way not commonly practiced. It encourages participants to undergo a journey to their hearts where the God of silence rests and listen to that voice that calls them from within. Repeating meditative chants in the midst of a prayerful atmosphere facilitates this journey. Taizé invites people of all walks of faith to a prayer that is contemplative and communal, dynamic and reflective.


Oração pelo Haiti
Deus, nossa esperança, confiamos-te as vítimas do terramoto no Haiti. Desconcertados pelo incompreensível sofrimento dos inocentes, pedimos-te que inspires o coração dos que procuram levar auxílio, que é tão indispensável. Conhecemos a fé profunda do povo do Haiti. Assiste os que morrem, fortifica os que estão abatidos, consola os que choram, derrama o teu Espírito de compaixão sobre este povo em tamanha provação.

irmão Alois
Igreja da Reconciliação, Taizé
Domingo, 17 de Janeiro de 2010
in http://www.taize.fr/pt_article9708.html

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

De Colores

+++
De Colores
De Colores se visten los campos en la primavera
De Colores
De Colores son los pajarillos que vienen de afuera
De Colores
De Colores es el arco iris que vemos lucir
Y por eso los grandes amores
De muchos colores
Me Gustan a mi
Y por eso los grandes amores
De muchos colores
Me Gustan a mi

Canta el gallo
Canta el gallo con el quiri quiri con el quiri quiri
La gallina
La gallina con el cara cara con el cara cara
Los polluelos
Los polluelos con el pio pio con el pio pau
Y por eso los grandes amores
De muchos colores
Me Gustan a mi
Y por eso los grandes amores
De muchos colores
Me Gustan a mi
in http://www.songsforteaching.com/spanish/decolores.htm
Recordo o meu Cursilho de Cristandade, com muito carinho!
see http://mccportugal.blogspot.com/
and see http://www.mccportugal.web.pt/
+++

Conversão de Paulo



O apóstolo dos gentios e das nações nasceu em Tarso. Da tribo de Benjamim, era judeu de nação. Tarso era mais do que uma colônia de Roma, era um município. Logo, ele recebeu também o título de cidadão romano. O seu pai pertencia à seita dos fariseus. Foi neste ambiente, em meio a tantos títulos, que ele foi crescendo e buscando a palavra de Deus.

Combatente dos vícios, foi um homem fiel a Deus. Paulo de Tarso foi estudar na escola de Gamaliel, em Jerusalém, para aprofundar-se no conhecimento da lei e buscava colocá-la em prática. Nessa época, conheceu o Cristianismo, que era tido como um seita. Tornou-se, então, um grande inimigo dele; tanto que a Palavra de Deus testemunha que, na morte de Santo Estevão, primeiro mártir da Igreja, ele fez questão de segurar as capas daqueles que apedrejam Estevão, como uma atitude de aprovação. Autorizado, buscava identificar cristãos, prendê-los, enfim, acabar com o Cristianismo. O interessante é que ele pensava estar agradando Deus. Ele fazia seu trabalho por zelo, mas de maneira violenta, sem discernimento. Era um fariseu que buscava a verdade, mas fechado à Verdade Encarnada. Mas Nosso Senhor veio para salvar todos.

Encontramos, no capítulo 9 dos Atos dos Apóstolos, o testemunho: “Enquanto isso, Saulo só respirava ameaças e morte contra os discípulos do Senhor. Apresentou-se ao príncipe dos sacerdotes e pediu-lhes cartas para as sinagogas de Damasco, com o fim de levar presos, a Jerusalém, todos os homens e mulheres que seguissem essa doutrina. Durante a viagem, estando já em Damasco, subitamente o cercou uma luz resplandecente vinda do céu. Caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: 'Saulo, Saulo, por que me persegues?'. Saulo então diz: 'Quem és, Senhor?'. Respondeu Ele: 'Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro te é recalcitrar contra o aguilhão'. Trêmulo e atônito, disse Saulo: 'Senhor, que queres que eu faça?' respondeu-lhe o Senhor: 'Levanta-te, entra na cidade, aí te será dito o que deves fazer'. O interessante é que o batismo de Saulo é apresentado por Ananias, um cristão comum, mas dócil ao Espírito Santo.

Hoje estamos comemorando o testemunho de conversão de São Paulo. Sua primeira pregação foi feita em Damasco. Muitos não acreditaram, mas ele perseverou.

São Paulo de Tarso , rogai por nós!
in http://www.cancaonova.com/portal/canais/liturgia/santo/index.php?&dia=25&mes=1&ano=2010

domingo, 24 de janeiro de 2010

Carta aberta a Jesus

Senhor:

Venho por este meio fazer-Te "queixinhas" da Mãe. Refiro-me à Mãe Igreja. Espero que me perdoes mais um Mortal Pecado mas não resisto. Usando uma expressão que a Xana tanto gosta: (8-) Não consigo fazer melhor!...
Na realidade, acredito que és Tu quem conduz a minha mão, pois acordei com esta carta na minha mente (tal como outras situações igualmente estranhas que já me aconteceram no passado). Se não fores Tu, corro o risco de ser alguém que se faz passar por Ti, mas aceito correr esse risco. A verdade é que estas palavras caiem no papel mais depressa do que as consigo registar (a quem quer que seja que mas envia, estou eternamente grato pois sinto que é das mais bonitas cartas que alguma vez escrevi).
A Mãe Igreja transmitiu-me, há uns anitos (pela boca de alguns que não considero tão bons seguidores Teus), a seguinte mensagem:
- Meu querido filho, se deixares essa tipa com quem andas (referindo-se à Xana que Tu tão bem conheces e amas) eu recebo-te nos meus braços. Se ela morrer ou arranjar outro homem, também podes contar comigo. Se a deixares agora, que ainda não tens filhos, eu também te perdoo e recebo em meus braços. Mas se continuares com essa ..., eu nunca te perdoarei. Vais sofrer até ao fim da tua vida e nunca te irei aceitar (pelo menos completamente ;-).
Meu Deus!
Venho por este meio, pedir a Tua Protecção. Peço-Te que me ajudes a não desistir.
Peço-Te que me dês Força e Saúde para nunca deixar de Amar esta Mulher que é a mais linda que eu alguma vez conheci. É a mulher com quem eu casei (perante Ti, no meu coração) e hoje é a mãe das meninas mais lindas que eu alguma vez encontrei (esta é sempre a opinião de qualquer pai babado 8-).
Eu Te peço, Senhor, que me ajudes a continuar a Amar Sempre, e cada dia mais, esta Mulher:
Estou a falar da minha querida Xanoca.
Eu Te peço, Senhor, que guardes sempre esta minha Família que segundo a "mãe" é fruto do "meu maior pecado".
Neste momento tão lindo, e aproveitando o facto de tão raramente Te pedir alguma coisa para mim (como tão bem saberás), quero pedir-Te que não esqueças a minha família mais alargada:
TODA A HUMANIDADE (mas particularmente todos aqueles que eu mais amo na nossa querida Igreja - confesso que ainda não consigo amar toda a humanidade - perdão Senhor, por não conseguir ainda fazer melhor mas ando a esforçar-me).
AJUDA-NOS, SENHOR, A SEGUIR SEMPRE OS TEUS PASSOS!
Obrigado JESUS.
(agora vou continuar a dormir, pois passam poucos minutos das 8 da manhã)

Beyoncé preforming "Halo" for 'Hope for Haiti' (HD)


+++
see https://hopeforhaitinow.org/Default.asp
+++
Halo
Remember those walls I built
Well baby they tumbling down
And they didnt even put up a fight
They didnt even make a sound
I found a way to let you in
But I never really had a doubt
Standing in the light of your halo
I got my angel now

Bridge:
Its like Ive been awakened
Every rule I had you breaking
Its the risk that Im taking
I ain't never gonna shut you out
Everywhere Im looking now
Im surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know youre my saving grace
Youre everything I need and more
Its written all over your face
Baby I can feel your halo
Pray it wont fade away

Chorus:
I cant feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo

Hit me like a ray of sun
Burning through my darkest night
Youre the only one that I want
Think Im addicted to your light
I swore Id never fall again
But this dont even feel like falling
Gravity cant forget
So pull me back to the ground again

Bridge:
Feels like Ive been awakened
Every rule I had you breaking
The risk that Im taking
Im never gonna shut you out
Everywhere Im looking now
Im surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know youre my saving grace
Youre everything I need and more
Its written all over your face
Baby I can feel your halo
Pray it wont fade away

Chorus:
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
Halooooo ouuuu
Halooooo ouuuu
Halooooo ouuuu
Ouuuuu ouuuuu ouuuuu

Bridge/Chorus Ending:
Everywhere Im looking now
Im surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know youre my saving grace
Youre everything I need and more
Its written all over your face
Baby I can feel your halo
Pray it wont fade away
I can feel your halo halo
I can see your halo halo halo
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
I can feel your halo halo halo
I can see your halo halo halo
In http://www.youtube.com/watch?v=p8qQ2FHlvTk

É sempre bom recordar... (RTP, SIC, TVI)


+++

+++

+++

+++

sábado, 23 de janeiro de 2010

Intolerância e Vaidade - Perdão


Ajudai-me, Senhor, a Perdoar.
Ajudai-me, Senhor, a ser mais tolerante comigo próprio
e com todos os que me rodeiam.
Perdoai, Senhor, as minhas faltas.

Ajudai-me a ser mais humilde.

Obrigado,
Senhor.

Comunhão Espiritual



Comunhão Espiritual
see http://makeitabetterplaceforus.blogspot.com/2009/09/fazei-me-um-instrumento-da-vossa-paz.html
+++
Senhor,
Ó Deus, sois o único Senhor de nossa vida, de nosso coração e de nosso destino. Libertai-nos dos falsos senhores que nos iludem com suas promessas, pois não trazem nem vida nem paz. Dai-nos força para resistir e para buscar a paz através da justiça e do serviço humilde a todos. Amen.
Fazei-me um instrumento de vossa paz.
Senhor, fazei-nos instrumento de vossa paz na medida em que procurarmos viver em paz com nós mesmos, com a comunidade mais próxima, com a sociedade desigual e no meio dos priores conflitos. Que possamos nos esforçar para suportar tensões e contradições, buscando manter comunhão com todas as criaturas e tornando visível a vossa paz. Amen.
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Senhor, onde houver ódio, que eu leve o amor. Fazei que desentranhemos de nós o amor escondido sob as cinzas de ódios secretos. Que nosso amor aos outros suscite o amor escondido neles, capaz de transformar o ódio. Fazei que o amor incendeie nossos corações, irradie em nossas atitudes e se realize em nossas ações, para que o ódio não tenha mais lugar dentro de nós. Amen.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
Senhor, onde houver ofensa, que eu leve o perdão. No dia em que fizerdes o balanço de nossa história, perdoai os que ofenderam e humilharam nossos irmãos e irmãs, pois eles também são vossos filhos e filhas. Mas dai-nos força para nunca fazermos o que eles fizeram. Antes tornai-nos seres de solidariedade, de compaixão e de amor ilimitado. Amen.
Onde houver discórdia, que eu leve união
Onde há discórdia, que eu leve a união. Dai-nos sede de justiça, de compreensão e de tolerância para convivermos jovialmente uns com os outros. Dai-nos um coração que sinta o pulsar do coração do universo e de cada criatura, sintonizando com o vosso coração divino que tudo une, tudo diversifica e tudo faz convergir. Amen.
Onde houver dúvida, que eu leve a fé
Senhor, onde houver dúvida, que eu leve a fé. Não deixeis que a dúvida apague as estrelas-guias que iluminam nossa caminhada. Dai-nos a fé e confiança que nos coloca em vossas mãos. Concedei-nos a fé-crença em vosso desígnio que nos quer reunidos em vosso reino junto com toda a criação. Amen.
Onde houver erro, que eu leve a verdade
Senhor, onde houver erro, que eu leve a verdade. Fazei-nos corajosos na descoberta de nossos erros, especialmente daqueles que encobrem vossa presença em todas as coisas. Que a verdade brilhe por nossas palavras sinceras, por nossos gestos humanizadores, por nossas intenções puras e por nossa busca permanente de fidelidade à verdade. Nunca permitais que oprimamos os outros em nome da verdade religiosa. Amen.
Onde houver desespero, que eu leve esperança
Senhor, onde houver desespero, que eu leve a esperança. Que eu seja solidário na luta dos que buscam a justiça. Que saiba criar uma atmosfera de confiança ilimitada no vosso misterioso projecto de amor. Que tenha palavras inspiradas para suscitar a esperança inarredável de vivermos para sempre em vossa casa com todos os que precederam na história. Amen.
Onde houver tristeza, que eu leve alegria
Senhor, onde houver tristeza, que eu leve a alegria. Fazei que a minha alegria nasça da compaixão sincera pelos que sofrem, da solidariedade verdadeira com os injustiçados e de minha própria conversão à fraternidade universal. Amen.
Onde houver trevas, que eu leve a luz
Senhor, onde houver trevas, que eu leve a luz. Vós sois a luz verdadeira que ilumina cada pessoa que vem a este mundo. Fazei que eu possa, por palavras inspiradas, por gestos consoladores e por um coração caloroso, dissipar as trevas humanas para que vossa luz nos mostre o caminho e trazer alegria à vida. Amen.
Ó Mestre,
Ó Mestre, fazei que em nosso interior ressoe vossa sabedoria e o exemplo de vossa coerência até a morte. Que sejamos vossos discípulos fiéis na medida em que realizarmos o que nos ensinais para sermos verdadeiramente instrumentos de amor e de paz. Amen.
Fazei que eu procure mais consolar, do que ser consolado
Ó Mestre, que eu possa sair da minha própria dor para escutar o grito de quem sofre ao meu lado. Que tenha palavras que consolem e gestos que criem serenidade, entrega confiante e paz profunda. Amen.
Fazei que eu procure mais compreender,
do que ser compreendido

Fazei que consiga acolher o outro assim como é. Só assim o compreenderei como quero ser compreendido. Concedei-me ver o menor sinal de verdade, de bondade e de amor no outro para reforçá-lo e permitir que venha à plena luz. Amen.
Fazei que eu procure mais amar, que ser amado
Ó Mestre, que eu acolha com generosidade e alegria o amor que me é dado, mas que me empenhe sobretudo em fazer com que os que me cercam se sintam amados. Fazei que nos sintamos amados por Vós para experimentarmos a suprema felicidade concedida nesta vida. Amen.
Pois é dando que se recebe,
Ó Mestre, fazei-nos entender que dando generosa e gratuitamente receberemos também com superabundância tudo o que precisamos. Que possamos orientar nossa vida pela generosidade que nos devolverá sempre mais compreensão, mais acolhida e mais amor. Amen.
É perdoando que se é perdoado
Ó Mestre, muitas vezes e de muitos modos nos perdoastes ilimitadamente, como uma Mãe amorosa perdoa um filho. Fazei que perdoemos também nós a quem nos tem ofendido. E que nunca deixemos de crer na generosidade do coração, capaz de perdoar mesmo quando injustamente ferido por muitas ofensas. Amen.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.
Ó Mestre, ensinai-nos a viver de tal forma que acolhamos a morte como amiga e irmã. Ela não nos tira a vida, mas nos conduz à fonte de toda vida. Que possamos perceber na vida terrena o começo da vida celestial e eterna. Amen.
in http://zimborios.blogspot.com/2009/02/fazei-me-um-instrumento-de-vossa-paz.html

from
A Oração de São Francisco
Uma mensagem de paz para o Mundo Actual
de Leonardo Boff
see http://www.wook.pt/ficha/a-oracao-de-sao-francisco/a/id/189869

What about Us (Earth Song) / Michael Jackson


see http://zimborios.blogspot.com/2009/11/earth-song.html
Title: Michael Jackson - Earth Song lyricsArtist: Michael Jackson Lyrics

What about sunrise
What about rain
What about all the things
That you said we were to gain.. .
What about killing fields
Is there a time
What about all the things
That you said was yours and mine...
Did you ever stop to notice
All the blood we've shed before
Did you ever stop to notice
The crying Earth the weeping shores?

Aaaaaaaaaah Aaaaaaaaaah

What have we done to the world
Look what we've done
What about all the peace
That you pledge your only son...
What about flowering fields
Is there a time
What about all the dreams
That you said was yours and mine...
Did you ever stop to notice
All the children dead from war
Did you ever stop to notice
The crying Earth the weeping shores

Aaaaaaaaaaah Aaaaaaaaaaah
I used to dream
I used to glance beyond the stars
Now I don't know where we are
Although I know we've drifted far

Aaaaaaaaaaah Aaaaaaaaaaaah
Aaaaaaaaaaah Aaaaaaaaaaaah


Hey, what about yesterday
(What about us)
What about the seas
(What about us)
The heavens are falling down
(What about us)
I can't even breathe
(What about us)
What about the bleeding Earth
(What about us)
Can't we feel its wounds
(What about us)
What about nature's worth
(ooo,ooo)
It's our planet's womb
(What about us)
What about animals
(What about it)
We've turned kingdoms to dust
(What about us)
What about elephants
(What about us)
Have we lost their trust
(What about us)
What about crying whales
(What about us)
We're ravaging the seas
(What about us)
What about forest trails
(ooo, ooo)
Burnt despite our pleas
(What about us)
What about the holy land
(What about it)
Torn apart by creed
(What about us)
What about the common man
(What about us)
Can't we set him free
(What about us)
What about children dying
(What about us)
Can't you hear them cry
(What about us)
Where did we go wrong
(ooo, ooo)
Someone tell me why
(What about us)
What about babies
(What about it)
What about the days
(What about us)
What about all their joy
(What about us)
What about the man
(What about us)
What about the crying man
(What about us)
What about Abraham
(What was us)
What about death again
(ooo, ooo)
Do we give a damn
http://www.lyrics007.com/Michael%20Jackson%20Lyrics/Earth%20Song%20Lyrics.html
Ontem acordei a cantar esta canção que me acompanhou durante todo o dia. Foi um dos dias mais loucos e ricos da minha vida.Que Deus nos guarde...
Uma tradução minha (da Canção da Terra):
Como fica o nascer do sol e a chuva?
Como fica tudo o que disseste que iríamos ganhar?

Como ficam os campos de morte?
Haverá descanso?

Como ficam todas as coisas que disseste tuas e minhas?

Agumas vez paraste para pensar
Em todo o sangue que já derramámos?
Alguma vez paraste para pensar
No choro da Terra que gera os mares?

O que fizemos ao mundo? Vê o que fizemos.
O que aconteceu à Paz
Que prometeste ao teu único filho?

Como ficam os campos floridos? Iremos descansar?
Como ficam todos os sonhos que disseste teus e meus?

Alguma vez paraste para pensar
Em todas as crianças mortas na guerra?
Alguma vez paraste para pensar
Nos mares que nascem do choro da Terra?

Eu costumava sonhar
Costumava viajar para além das estrelas.
Agora já não sei onde estamos
Mas sei que fomos longe demais!

Como fica o passado? (como ficamos nós?)
Como ficam os mares? (como ficamos nós?)
Os céus estão a cair (como ficamos nós?)
Nem consigo respirar... (...)
E a Terra que sangra? Não sentimos as suas feridas?
E o valor da Natureza? Este Planeta é o nosso ventre!

E os animais? Transformámos seus reinos em pó!
E os elefantes? Perdemos a sua confiança?
E as baleias que choram? Nós enfurecemos o mar!
E as trilhas da floresta?
Queimadas apesar dos nossos protestos...

E a terra sagrada? Rasgada ao meio pelos nossos dogmas.
E o homem comum? Não o podemos libertar?
E as crianças que morrem? Não as ouves chorar?

Onde é que errámos? Alguém me diz porquê?
E os bebés? E os dias? Como fica toda a alegria?
Como fica o Homem? E o homem que chora? E Abraão?

Como fica a morte, de novo?
Nós ligamos alguma?...
Obrigado Michael! Thank You! (#782,515)

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

João Paulo II



O homem que tentou matar João Paulo II em 1981, foi ontem libertado. Ali Agca saiu de uma prisão na Turquia, onde estava detido pela morte do director de um jornal em 1979. Antes, tinha já cumprido uma pena de 19 anos em Itália, pela tentativa de assassinato do antigo Sumo Pontífice.
in http://www.rr.pt/multimedia_video.aspx?fid=173&fileID=137134

Ali Agca, o turco que em 1981 tentou matar João Paulo II em Roma, foi ontem, segunda-feira, libertado, após 29 anos de prisão. Três décadas após o crime, as razões deste permanecem ocultas. Os médicos que ontem, segunda-feira, o observaram declararam-no mentalmente desequilibrado.
Actualmente com 52 anos, Mehmet Ali Agca terminou ontem o cumprimento das penas de prisão a que tinha sido condenado pela tentativa de assassinato de João Paulo II, em 1981, e pelo homicídio do jornalista Abdil Ipecki, em 1979.
Com o cabelo praticamente branco e vestindo um camisola azul, o turco abandonou a prisão de alta segurança de Sincan (a 60 quilómetros de Ancara) num veículo com vidros fumados e rodeado por cerca de 25 polícias, que o conduziram a um hotel na capital. À sua espera estavam 150 jornalistas de todo o mundo e uma banda que tocou durante a sua saída.
Segundo Yilmaz Abosoglu, um dos seus advogados, antes de ser libertado, Agca foi observado por psicólogos de um hospital militar, que o declararam mentalmente desequilibrado e isento do serviço militar (na Turquia, o serviço militar é obrigatório a partir dos 18 anos, sem limite de idade). O relatório médico terá que ser aprovado pelo Ministério da Defesa.
Mistério permanece
A libertação do turco reacende o mistério em torno das causas que estiveram por detrás da tentativa de homicídio de João Paulo II, nunca esclarecidas. Agca, que se intitula "o eterno Messias" e reiterou ontem o fim do mundo para o final deste século, sempre disse que o seu acto teve motivações divinas e proferiu numerosas declarações contraditórias que deram origem a dezenas de inquéritos.
Permanece em mistério se o turco agiu ou não sozinho ou se terá sido contratado pelos serviços secretos da União Soviética ou da Bulgária comunista de então (o papa polaco era um forte opositor do comunismo). A verdade é que após três investigações e os julgamentos de três búlgaros e quatro turcos, nunca foram provadas essas ligações.
Numa visita que realizou à Bulgária em 2002, João Paulo II disse não acreditar que aquele estado balcânico estivesse envolvido na tentativa de homicídio. Após o encontro que manteve com o turco, em 1983, na sua cela, o Papa disse que Agca tinha muita preparação militar e não acreditar que tenha actuado sozinho.
No comunicado que emitiu, ontem, através dos seus advogados, Ali Agca afirmou que nas próximas semanas irá esclarecer todas as dúvidas, incluindo as respeitantes ao eventual envolvimento dos governos soviético e búlgaro.
in http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1473121



Created by Noloter1988
Music:
"Jesus Christ You are my life", by mons. Marco Frisina.
Jesus Christ You are my life,
alleluja, alleluja.
Jesus Christ You are my life,
You are my life, alleluja.

Tu sei Via, sei Verità
Tu sei la nostra Vita.
Camminando insieme a Te
vivremo in Te per sempre.
(Refr.)
En el gozo caminaremos
Trayendo tu evangelio;
Testimonios de caridad,
Hijos de Dios en el mundo.
(Refr.)
Tu nous rassembles dans l'unité
Reunis dans ton grand amour,
Devant toi dans la joie
Nous chanterons ta glorie.
(Refr.)

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Rainha Santa Isabel de Portugal


Isabel de Aragão foi uma infanta aragonesa e, de 1282 até 1325, rainha consorte de Portugal. Passou à história com a fama de santa, tendo sido beatificada e, posteriormente, canonizada. Ficou popularmente conhecida como Rainha Santa Isabel ou, simplesmente, A Rainha Santa.
Isabel era a filha mais velha do rei Pedro III de Aragão com Constança da Sicília. Por via materna, era descendente de Frederico II, Sacro Imperador Romano-Germânico, pois o seu avô materno era Manfredo de Hohhenstauffen, rei da Sicília, filho de Frederico II.
Teve cinco irmãos, entre os quais os reis aragoneses Afonso III e Jaime II, para além de outro monarca reinante, Frederico II da Sicília. Para além disso, uma sua tia materna foi Santa Isabel da Hungria, também considerada santa pela Igreja Católica.
in http://pt.wikipedia.org/wiki/Santa_Isabel_de_Arag%C3%A3o,_Rainha_de_Portugal

O Milagre das Rosas
D. Isabel, a mulher de D. Dinis, ocupava todo o tempo que tinha a fazer bem a quantos a rodeavam, visitando e tratando doentes e distribuindo esmolas pelos pobres.
Conta a lenda que o rei, que tinha muito mau génio apesar de ser também bondoso, se irritou por ver a rainha sempre misturada com mendigos, e proibiu-a de dar mais esmolas.
Certo dia, viu-a sair do palácio às escondidas, foi atrás dela e perguntou-lhe o que levava escondido por baixo do manto. Era pão para distribuir pelos pobres. Mas ela, aflita por ter desobedecido ao rei, disse:
- São rosas, Senhor!
- Rosas? Rosas em Janeiro? - duvidou ele - Deixai-me ver!

De olhos baixos, a rainha Santa Isabel abriu o regaço e o pão tinha-se transformado em rosas, tão lindas como jamais se viu.
in http://www.junior.te.pt/servlets/Bairro?P=Portugal&ID=59

Rainha Santa Isabel, rogai por nós!
see http://www.geneall.net/H/per_page.php?id=448
+++

Santa Margarida da Hungria


Santa Margarida da Hungria, rogai por nós!
in http://www.cancaonova.com/portal/canais/liturgia/santo/index.php?&dia=18&mes=1&ano=2010
+++
Margarida era uma princesa, filha do rei Bela IV, da Hungria e da rainha Maria, de origem bizantina. Ela nasceu no castelo de Turoc, em 1242, logo foi batizada, pois os reis eram fervorosos cristãos. Aos dez anos, o casal real a entregou para viver e ser preparada para os votos religiosos, no Mosteiro Dominicano de Vespem, em agradecimento pela libertação da pátria dos Tártaros.
Dois anos depois, fez a profissão de fé de religiosa num novo mosteiro, fundado para ela por seu pai, na Ilha das Lebres, localizada no rio Danúbio, perto de Budapeste. Em 1261, tomou o véu definitivo, entregando seu coração e sua vida ao serviço do Senhor, tendo uma particular devoção pela Eucaristia e Paixão de Cristo. Ela realmente, era especial, foi um exemplo de humildade e virtude para as outras religiosas. Rezava sempre, e fazia penitências, se oferecendo como vítima proposital, para a salvação do seu povo.
Margarida, não desejou ter uma cultura elevada. Sua instrução se limitou ao conhecimento primário da escrita e da leitura, talvez apenas um pouco mais que isto. Ela pedia que lhe lessem as Sagradas Escrituras e confiava sua direção espiritual ao seu confessor, o dominicano Marcelo, que era o superior da Ordem.
Possuía um ilimitado desapego às coisas materiais, amando plenamente a pobreza, o qual unido à sua vida contemplativa espiritual, a elevou a uma tal proximidade de Deus, que recebeu o dom das visões. Ela se tornou uma das grandes místicas medievais da Europa, respeitada e amada pelas comunidades religiosas, pela corte e população. Morreu em 18 de Janeiro de 1270, no seu mosteiro.
A sua sepultura se tornou meta de peregrinação, pelas sucessivas graças e milagres atribuídos à sua intercessão. Um ano depois da sua morte, seu irmão, Estevão V, rei da Hungria, encaminhou um pedido de santidade, a Roma. Mas este processo desapareceu, bem como um outro, que foi enviado em 1276. Porém na sua pátria e em outros paises, Margarida já era venerada como Santa.
Depois de muitos desencontros, em 1729 um processo chegou em Roma, completo e contendo dados de autenticidade inquestionável. Neste meio tempo as relíquias de Margarida tinham sido transferidas, por causa da invasão turca, do convento da Ilha das Lebres para o de Presburgo em 1618.
Em 1804, mesmo sem o reconhecimento oficial, seu culto se estendia na Ordem Dominicana e na diocese da Transilvânia. No século XIX, sua festa se expandiu por todas as dioceses húngaras. A canonização de Santa Margarida da Hungria foi concedida pelo papa Pio XII em 1943, em meio ao júbilo dos devotos e fiéis, de todo o mundo, especialmente pelos da comunidade cristã do Leste Europeu, onde sua veneração é muito intensa.
in Paulinas Online
in http://ocastelodaana.blogspot.com/2009/01/santa-margarida-da-hungria.html

domingo, 17 de janeiro de 2010

Maravilhas fez em mim


Maravilhas fez em mim,
Minha alma canta de gozo
Pois na minha pequenez
Se detiveram Seus olhos
E o Santo e Poderoso
Espera hoje por meu sim...
Minha alma canta de gozo,
Maravilhas fez em mim!

Maravilhas fez em mim,
Da alma brota meu canto
O Senhor me amou
Mais que aos lírios do campo
E por Seu Espírito Santo
Ele habita hoje em mim
Que não pare nunca este canto:
Maravilhas fez em mim!

in http://oblogdamartinha.blogspot.com/2008/10/4-de-outubro.html

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

How to live a Monk Life

Imagine giving up all your possessions, friends, and family. In a society that promotes the accrual of wealth and maintenance of image, this can be a difficult lifestyle for people to comprehend.

Imagine deixar todas as suas posses, amigos e família. Numa sociedade que promove o acumular de riqueza e a manutenção da imagem, isto pode ser um estilo de vida difícil de compreender.

Ajudem o Haiti (AMI)


in http://ami.blogs.sapo.pt/
Ajude a Missão da AMI no Haiti

Contribua para esta missão através do NIB:
0007 001 500 400 000 00672


Multibanco:
Entidade 20909
Referência 909 909 909 em Pagamento de Serviços
in http://www.ami.org.pt/
+++

Caros amigos,

Umas breves palavras para vos dizer que a AMI parte amanhã para o Haiti, com uma equipa de dois elementos, que avaliará in loco as necessidades reais e as possibilidades que teremos de ajudar aquele povo.
Custa-me, mais uma vez, constatar que a injustiça continua a ser grande e que catástrofes com dimensões idênticas por vezes têm consequência menores (basta que aconteçam em países ditos "avançados"), outras dizimam populações inteiras. Mas apraz-me perceber que cada vez mais os cidadãos do Mundo se unem, estão alerta, têm iniciativa e agem.
Apercebo-me que, globalmente, a indiferença vai sendo combatida. Porque pobres ou menos pobres, todos sonhamos, porque todos somos seres humanos.

A AMI lá estará, a partir de amanhã. A fazer o que puder, com o que tiver para dar.

Fernando Nobre
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010
in http://fernandonobre.blogs.sapo.pt/

Lisboa – Uma missão da Assistência Médica Internacional (AMI) parte esta quinta-feira para o Haiti para levar a cabo uma acção no terreno.

O intuito da deslocação dos dois elementos da AMI, que esta quinta-feira partem para o Haiti, é estabelecer uma intervenção no terreno, numa acção concertada com duas organizações não governamentais (ONG) locais.
Por ser uma região com grande propensão a catástrofes naturais, e à fraca capacidade do país de fazer face às mesmas, a AMI realizou em Setembro do ano passado uma missão baseada na prevenção de fenómenos consequentes das alterações climáticas.
No Haiti, um dos países mais pobres do mundo, 53,9 por cento da população vive em situação de pobreza extrema, com menos de um dólar por dia.
in http://www.jornaldigital.com/noticias.php?noticia=20735

MISSÃO DE EMERGÊNCIA HAITI
14 de Janeiro de 2010
Tânia Barbosa (Directora do Departamento Internacional) e Marta Andrade (Coordenadora de Projectos) partem para o Haiti. Estes dois elementos da AMI levam 20 mil dólares que serão usados na aquisição de água, medicamentos, desinfectantes e necessidades logísticas.
A acção dos elementos da AMI no terreno passa numa primeira hora por avaliar as necessidades mais urgentes e coordenar acções de emergência com os parceiros locais para desenvolver uma ajuda humanitária concertada e mais eficaz.
A AMI conta já com o apoio da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação e com a SIBS através do multibanco.
Recorde-se que a AMI esteve, em Setembro, no Haiti, numa missão centrada precisamente na prevenção de catástrofes naturais atendendo à propensão desta região das Caraíbas no que respeita a fenómenos consequentes das alterações climáticas (furações e cheias) e ainda para a escassa capacidade do país em enfrentar catástrofes naturais.
in http://www.ami.org.pt/

domingo, 10 de janeiro de 2010

O Baptismo de Jesus



Evangelho (Lucas 3,15-16.21-22)
Naquele tempo, o povo estava na expectativa e todos se perguntavam no seu íntimo se João não seria o Messias. Por isso, João declarou a todos: “Eu vos batizo com água, mas virá aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desamarrar a correia de suas sandálias. Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo”.
Quando todo o povo estava sendo batizado, Jesus também recebeu o batismo. E, enquanto rezava, o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre Jesus em forma visível, como pomba. E do céu veio uma voz: “Tu és o meu Filho amado, em ti ponho o meu bem-querer”.
http://www.cancaonova.com/portal/canais/liturgia/index.php?&dia=10&mes=1&ano=2010

Filipe nos Idolos


Venham mais Cinco (Zeca Afonso)

Venham mais cinco, duma assentada que eu pago já
Do branco ou tinto, se o velho estica eu fico por cá
Se tem má pinta, dá-lhe um apito e põe-no a andar
De espada à cinta, já crê que é rei d’aquém e além-mar

Não me obriguem a vir para a rua
Gritar
Que é já tempo d' embalar a trouxa
E zarpar

Tiriririri buririririri, Tiriririri paraburibaie, 2X
Tiiiiiiiiiiiiii paraburibaie ...
Tiriririri buririririri, Tiriririri paraburibaie, 2X

A gente ajuda, havemos de ser mais
Eu bem sei
Mas há quem queira, deitar abaixo
O que eu levantei

A bucha é dura, mais dura é a razão
Que a sustem só nesta rusga
Não há lugar prós filhos da mãe

Não me obriguem a vir para a rua
Gritar
Que é já tempo d' embalar a trouxa
E zarpar

Bem me diziam, bem me avisavam
Como era a lei
Na minha terra, quem trepa
No coqueiro é o rei

A bucha é dura, mais dura é a razão
Que a sustem só nesta rusga
Não há lugar prós filhos da mãe

Não me obriguem a vir para a rua
Gritar
Que é já tempo d' embalar a trouxa
E zarpar
in http://www.lyricstime.com/zeca-afonso-venham-mais-cinco-lyrics.html

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos (Aveiro, 2 de Agosto de 1929 — Setúbal, 23 de Fevereiro de 1987), mais conhecido por José Afonso ou Zeca Afonso, foi um cantor e compositor português.

Não obstante o seu trabalho com o fado de Coimbra e a música tradicional, vulgo folk português, realiza também as célebres actuações no TEP (Teatro Experimental do Porto) com Adriano Correia de Oliveira entre outros. José Afonso ficou indelevelmente associado pelo imaginário coletivo à música de intervenção, através da qual criticava o Estado Novo, regime de ditadura vigente em Portugal entre 1933 e 1974 e depois mais tarde o regime instaurado em Portugal depois do 25 de abril de 1974.
in http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Afonso

Venham mais cinco é um álbum de canções originais de José Afonso. Editado no Natal de 1973.
Na época em que este álbum é concebido, José Afonso continua cantando um pouco por todo o lado como símbolo anti-fascista de oposição ao Estado Novo. Muitas sessões foram proibidas pela PIDE/DGS. Em Abril de 1973 é preso em Caxias até finais de Maio. À semelhança dos seus discos anteriores, este conta também com a colaboração de José Mário Branco. O poema da canção Redondo Vocábulo foi escrito na cadeia de Caxias.
in http://pt.wikipedia.org/wiki/Venham_mais_cinco



Filipe, o indeciso, uma revelação no "Ídolos"
2009-10-11
DINA MARGATO
Mais de 80 mil cliques no Youtube fazem do portuense um forte candidato no concurso da SIC.

Não se preparou para o "casting" e apresentou-se ao júri como um sujeito indeciso. Queria ouvir a opinião deles e ir-se embora. Os jurados tiveram de o persuadir a fazer o contrário. Conseguiram. Filipe Pinto impressionou.

"Não me preparei para o 'casting' ", disse esta semana ao JN. Mais: "A escolha das músicas aconteceu no momento", contou Filipe Pinto. "Quando estava à espera de entrar na sala de audições, achei que o júri iria gostar que cantasse em português e optei por músicas de que gosto". Cantou Pearl Jam e Rui Veloso.

No "casting", a sinceridade combinada com a atitude titubeante acabou por proporcionar um momento de suspense televisivo: apesar dos elogios, Filipe podia decidir continuar ou desistir do "Ídolos".

À produção Fremantle, mesmo antes de cantar, deixou o recado: "Estou cá pelos meus amigos, nem ponho a hipótese de ir a Lisboa" . Com um ar de desdém, ao júri, começou por atirar: "Não quero ir a Lisboa". Ir a Lisboa significa passar à fase seguinte.

Depois de o ouvirem, os jurados apresentaram-se rendidos. Boucherie Mendes, coordenador dos canais temáticos da SIC, em tom irónico, chegou a perguntar-lhe se ele era bom da cabeça. O produtor Manuel Moura dos Santos, o membro mais exigente e crítico da equipa, insistiu: "Oh Filipe, tu não fechas bem a tampa!". Para, logo a seguir, enaltecer: "Tu és provavelmente um dos melhores cantores que passou por aqui até agora".

Mantendo os braços caídos e uma relutância constante diante das apreciações positivas, Filipe lá admitiu: "Quero ser cantor, mas não é neste programa". Antes do sim, definitivo, ainda teve de ouvir de Manuel Moura Santos: "Entraste aqui já com uma nuvem em cima da cabeça". Curiosamente, segundo conta Filipe Pinto ao JN, foi esta a frase que o fez mudar de ideias. O que mais gostou de ouvir dos jurados? "Gostei do pormenor de o Manuel Moura dos Santos ter dito que eu tenho uma nuvem em cima da cabeça. Foi uma observação certeira que me deixou a pensar", respondeu. Boucherie Mendes fecha os vários vídeos disponíveis no Youtube, dizendo: "Se eu fosse giro e talentoso como o puto onde é que eu já não estava!".

Filipe Pinto é fã de Zeca Afonso, Rui Veloso, Ornatos Violeta, Eddie Vedder (Pearl Jam), Queen, Radiohead, Smashing Pumpkins e Alice in Chains, e tem uma banda chamada Dawn to Dusk. É com ela que tem feito actuações sobretudo no Norte do país. "No Porto apenas toquei no liceu onde estudei". Sempre gostou de tocar - apresentou-se de viola no concurso - e cantar, actividades que vê como um refúgio. "Aos 12 anos tive aulas de guitarra, no entanto, não gostava da teoria. Só mesmo da prática".

in http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Media/Interior.aspx?content_id=1386707

sábado, 9 de janeiro de 2010

Ave Maria (Il Divo)


Ave Maria

[Urs:]
Ave Maria! Vergin del ciel
sovrana di grazie e madre pia
[David:]
che accogli ognor la fervente preghiera,
non negar a questo straziato mio cuor
tregua al suo dolor!
[Sébastien:]
Sperduta l'almamia si prosta a te
e pien di speme si prosta ai tuoi piè,
[Carlos:]
t'invoca e attende che tu le dia
la pace che solo tu puoi donar
Ave Maria!
[Urs:]
Ave Maria Gratia plena
[Sébastien:]
Maria Gratia plena
Maria Gratia plena
[Carlos:]
Ave, ave dominus
Dominus tecum
[Sébastien:]
Sperduta l'almamia si prosta a te
[Urs:]
e pien di speme si prosta ai tuoi piè,
[Carlos:]
t'invoca e attende che tu le dia
[David:]
la pace che solo tu puoi donar

Ave Maria!
Ave Maria Gratia plena
Ave, ave dominus
Ave Maria!

[English translation:]
Hail Mary, maiden of heaven,
sovreign of grace and Pious Mother
accept every hour a fervent prayer.

Do not deny to my lost heart
to tremble in its pain.

Lost, my soul turns to you and full of hope
it prostrates itself at your feet.

It invokes and awaits for the beautiful peace
that only You can give it.

Hail Mary, full of grace, Mary, full of grace [x2]
Hail mother of the Lord.

The Lord be with thee.
Thou (art) blessed amongst all women
and blessed (are) men.
And blessed is the fruit of the womb,
of thy womb Jesus.
Hail Mary!
in http://www.azlyrics.com/lyrics/ildivo/avemaria.html

E bendito é o fruto do vosso ventre,
Jesus!

Não desprezemos os Cidadãos!

COMUNICADO PLATAFORMA CIDADANIA E CASAMENTO
APÓS O DEBATE DE HOJE (2010.01.08)
NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Lamentamos que uma maioria circunstancial no parlamento tenha chumbado o pedido de referendo. Configura um grave desrespeito do parlamento pelos cidadãos que o subscreveram e revela uma aflitiva falta de cultura democrática, quando não de uma pretensão totalitária que a todos nos deve fazer pensar. Nestes termos e porque (pela identificação dos que o chumbaram com os que defendem o casamento entre pessoas do mesmo sexo) nos parece que a rejeição do referendo está associada ao medo de o perder, não podemos deixar de observar que aconteceu o que é clássico: a falta de coragem com facilidade resvala para o uso violento da força.

No entanto o resultado da votação de hoje não anula um facto: a sociedade portuguesa deseja este referendo. Prova-o as 92 mil assinaturas angariadas em três semanas “de rua”, todas as sondagens e estudos de opinião (que foi pena não tivesse havido em maior quantidade), a maioria da opinião publicada e, até, a expressiva votação em seu favor hoje havida.

Demonstra-o também o facto de nos continuarem a chegar assinaturas de todo o país e cujas, por respeito pelo empenho cívico dos que as angariaram e subscreveram, não deixaremos de entregar na Assembleia da República, no momento que considerarmos oportuno. Apelamos nesse sentido a todos os que ainda tem assinaturas na sua posse a que no-las façam chegar.

Com a votação de hoje, que não fecha o processo legislativo, não se encerra por isso nem o pedido de referendo nem o debate que a sociedade portuguesa reclama.

A Plataforma Cidadania e Casamento continuará a fazer-se eco deste clamor popular não apenas pelo país inteiro como junto de todas as instâncias políticas e jurídicas. Não pararemos até que em Portugal se realize o referendo que esta petição tão expressivamente pediu. Quer as leis hoje aprovadas venham, após a passagem de todos os crivos legais, a efectivamente vigorar, quer não.

Porque se o casamento é um contrato, o referendo é um direito!
Lisboa, 8 de Janeiro de 2010

Contactos para a Comunicação Social:
Catarina Almeida (916543233) e
Antonio Pinheiro Torres (917227560)
Assessora de Imprensa: Marta Roque (967876481)
http://o-povo.blogspot.com/2010/01/comunicado-plataforma-do-referendo-apos.html
http://www.casamentomesmosexo.org

Ainda sobre a Epifania...


Tendo nascido Jesus na cidade de Belém, na Judéia, no tempo do rei Herodes, alguns magos do Oriente chegaram a Jerusalém, e perguntaram:
«Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Nós vimos a sua estrela no Oriente, e viemos para prestar-lhe homenagem.»
Ao saber disso, o rei Herodes ficou alarmado, assim como toda a cidade de Jerusalém. Herodes reuniu todos os chefes dos sacerdotes e os doutores da Lei, e lhes perguntou onde o Messias deveria nascer. Eles responderam:
«Em Belém, na Judéia, porque assim está escrito por meio do profeta: E você, Belém, terra de Judá, não é de modo algum a menor entre as principais cidades de Judá, porque de você sairá um Chefe, que vai apascentar Israel, meu povo. »
Então Herodes chamou secretamente os magos, e investigou junto a eles sobre o tempo exato em que a estrela havia aparecido. Depois, mandou-os a Belém, dizendo:
«Vão, e procurem obter informações exatas sobre o menino. E me avisem quando o encontrarem, para que também eu vá prestar-lhe homenagem.»
Depois que ouviram o rei, eles partiram. E a estrela, que tinham visto no Oriente, ia adiante deles, até que parou sobre o lugar onde estava o menino. Ao verem de novo a estrela, os magos ficaram radiantes de alegria. Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele, e lhe prestaram homenagem. Depois, abriram seus cofres, e ofereceram presentes ao menino: ouro, incenso e mirra. Avisados em sonho para não voltarem a Herodes, partiram para a região deles, seguindo por outro caminho.
In http://www.youtube.com/watch?v=ylLApEQWx5Q

Partilho agora um texto muito interessante,
da autoria de Rui Corrêa d'Oliveira,
que pode ser encontrado em (http://zimborios.blogspot.com/):
http://zimborios.blogspot.com/2010/01/por-mais-estranho-e-misterioso-que.html

quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010
Por mais estranho e misterioso que pareça
«Na festa da Epifania, ouvimos o relato fantástico da visita dos Magos, vindos do Oriente, guiados por uma estrela até à Gruta de Belém.
Sabiamente, a Igreja propõe-nos neste dia um trecho de São Paulo na sua Carta aos Efésios que nos centra no essencial da mensagem evangélica: Cristo veio ao Mundo para salvar todos os homens.
Ninguém fica de fora deste Amor salvador: judeus ou não judeus, Ateus e agnósticos, a todos Deus propõe Cristo Como o Caminho, a Verdade e a Vida.
Mas, afinal o que é que esta verdade teológica tem a ver com a minha vida?
É que se Ele veio para todos é porque Ele a todos quer fazer chegar esta notícia, ou seja, Deus quer-Se encontrar com cada homem, seja qual for o seu credo ou condição.
E por mais estranho e misterioso que me pareça: o seu método é o homem. O mesmo é dizer, o seu caminho, o seu instrumento, sou eu…
Eu, tal como sou: frágil na fé, fraco na esperança e avaro na caridade. Eu, hesitante no caminho e distraído pelo efémero. Eu, obviamente pecador… mas certo de que Ele pode o que eu não posso.
O desafio parece então claro: viver manifestando Cristo na minha vida. Viver sem ocultar as razões porque abraço o que tenho que fazer. Se «Cristo é tudo em todos» e «Deus é tudo em tudo», então nada há que me aconteça que não tenha um sentido e um significado para a minha vida e para o meu destino.
Vigilante e atento, para não cair na tentação de atrair sobre mim as atenções, pois mais não devo ser que reflexo fugaz de um brilho maior.»

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Razão Dourada (Phi)



...
A Razão Dourada é 1,618, aproximadamente. Encontra-se este número a partir da sequência de Fibonacci (começam com 0 e 1 e os próximos número resultam da adição dos dois anteriores, ou seja – 0 1 1 2 3 5 8 13…), se dividirem cada número pelo seu antecessor vão chegar à razão dourada (experimentem só para números mais elevados). Isto é o que significa “a razão que se mantém entre números consecutivos”, cada número será 1,618 vezes maior que o seu antecessor e 1,618 menor que o seu sucessor.
...
Esta razão transmite (não faço a mais palida ideia do porquê) uma maior sensação de harmonia... encontrada na natureza em diversas situações, não só no corpo humano, e já desde a arquitectura da Grécia, e nas pirâmides egípcias que pode ser encontrada nas obras do ser humano... não queiram agora quebrar a continuidade e... usem-na!
in http://foto-actual.blogspot.com/2007/10/antiga-lei-do-phi-l-se-fi.html

Sequência de Fibonacci
Como é um número extraído da seqüência de Fibonacci, o número áureo representa diretamente uma constante de crescimento. O número áureo é aproximado pela divisão do enésimo termo da Série de Fibonacci (1,1,2,3,5,8,13,21,34,55,89,..., na qual cada número é a soma dos dois números imediatamente anteriores na própria série) pelo termo anterior. Essa divisão converge para o número áureo conforme tomamos n cada vez maior.
in http://pt.wikipedia.org/wiki/Propor%C3%A7%C3%A3o_%C3%A1urea

Valor aproximado de Phi (40 casas decimais):
1.6180339887498948482045868343656381177203

Phi satisfaz a equação: (Phi+1)/Phi = Phi.
Para obter valor de Phi, com 17 000 000 000 de dígitos, ver:
http://www.matematicas.unal.edu.co/airlande/phi.html.en

Xanoca

X: Por vezes, tenho tantas saudades do Filipe com quem casei...
F: Oh, Xanoca... Nunca voltarás a ter apenas o Filipe com quem casaste.
Te garanto que hoje
tens um Filipe muito mais feliz.
E mais feliz porque,
apesar de nem sempre conseguir partilhar
contigo a sua felicidade
(e por isso te pede perdão),
tem aquilo que não tinha
quando contigo casou.
Hoje tem a mesma Paixão
Mas temperada pelo Amor do Coração.
Hoje tem a Admiração
Que já não carece confirmação.
Hoje tem já a Emoção
E não apenas uma boa sensação.

Xanoca:
Amo-te hoje mais do que então.
E sei que amanhã te amarei ainda mais.
Pois aquilo que sinto por ti
Não cabe neste papel.
Não cabe nestas palavras.

Este Amor não cabe no meu coração
E está para além do meu ser.
Tu és minha inspiração,
guias o meu andar
e és a razão do meu viver.

Obrigado por tudo o que me tens dado.

Eternamente teu,
Filipe.

Amar como Jesus amou



Um dia uma criança me parou
Olhou-me nos meus olhos a sorrir
Caneta e papel na sua mão
Tarefa escolar para cumprir
E perguntou no meio de um sorriso
O que é preciso para ser feliz?

Amar como Jesus amou
Sonhar como Jesus sonhou
Pensar como Jesus pensou
Viver como Jesus viveu
Sentir o que Jesus sentia
Sorrir como Jesus sorria
E ao chegar ao fim do dia
Eu sei que dormiria muito mais feliz

Ouvindo o que eu falei ela me olhou
E disse que era lindo o que eu falei
Pediu que eu repetisse, por favor
Mas não dissesse tudo de uma vez
E perguntou de novo num sorriso
O que é preciso para ser feliz?

Depois que eu terminei de repetir
Seus olhos não saíram do papel
Toquei no seu rostinho e a sorrir
Pedi que ao transmitir fosse fiel
E ela deu-me um beijo demorado
E ao meu lado foi dizendo assim

Amar como Jesus amou.
in http://www.lyricstime.com/padre-zezinho-amar-como-jesus-amou-lyrics.html

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

45 life lessons / Lições de Vida


Regina Brett's 45 life lessons and 5 to grow on

September 20, 2007, 2:03PM
Originally published in The Plain Dealer on Sunday, May 28, 2006
To celebrate growing older, I once wrote the 45 lessons life taught me.
It is the most-requested column I've ever written. My odometer rolls over to 50 this week, so here's an update:

1. Life isn't fair, but it's still good.
2. When in doubt, just take the next small step.
3. Life is too short to waste time hating anyone.
4. Don't take yourself so seriously. No one else does.
5. Pay off your credit cards every month.
6. You don't have to win every argument. Agree to disagree.
7. Cry with someone. It's more healing than crying alone.
8. It's OK to get angry with God. He can take it.
9. Save for retirement starting with your first paycheck.
10. When it comes to chocolate, resistance is futile.
11. Make peace with your past so it won't screw up the present.
12. It's OK to let your children see you cry.
13. Don't compare your life to others'. You have no idea what their journey is all about.
14. If a relationship has to be a secret, you shouldn't be in it.
15. Everything can change in the blink of an eye. But don't worry; God never blinks.
16. Life is too short for long pity parties. Get busy living, or get busy dying.
17. You can get through anything if you stay put in today.
18. A writer writes. If you want to be a writer, write.
19. It's never too late to have a happy childhood. But the second one is up to you and no one else.
20. When it comes to going after what you love in life, don't take no for an answer.
21. Burn the candles, use the nice sheets, wear the fancy lingerie. Don't save it for a special occasion. Today is special.
22. Overprepare, then go with the flow.
23. Be eccentric now. Don't wait for old age to wear purple.
24. The most important sex organ is the brain.
25. No one is in charge of your happiness except you.
26. Frame every so-called disaster with these words: "In five years, will this matter?"
27. Always choose life.
28. Forgive everyone everything.
29. What other people think of you is none of your business.
30. Time heals almost everything. Give time time.
31. However good or bad a situation is, it will change.
32. Your job won't take care of you when you are sick. Your friends will. Stay in touch.
33. Believe in miracles.
34. God loves you because of who God is, not because of anything you did or didn't do.
35. Whatever doesn't kill you really does make you stronger.
36. Growing old beats the alternative - dying young.
37. Your children get only one childhood. Make it memorable.
38. Read the Psalms. They cover every human emotion.
39. Get outside every day. Miracles are waiting everywhere.
40. If we all threw our problems in a pile and saw everyone else's, we'd grab ours back.
41. Don't audit life. Show up and make the most of it now.
42. Get rid of anything that isn't useful, beautiful or joyful.
43. All that truly matters in the end is that you loved.
44. Envy is a waste of time. You already have all you need.
45. The best is yet to come.
46. No matter how you feel, get up, dress up and show up.
47. Take a deep breath. It calms the mind.
48. If you don't ask, you don't get.
49. Yield.
50. Life isn't tied with a bow, but it's still a gift.
in http://blog.cleveland.com/pdextra/2007/09/regina_bretts_45_life_lessons.html
+++
“Para celebrar o envelhecer, uma vez eu escrevi 45 lições que a vida me ensinou. É a coluna mais requisitada que eu já escrevi. Então aqui está a coluna mais uma vez:

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.
3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.
4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão. Mantenha contato.
5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.
6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.
7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.
8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele aguenta.
9. Poupe para aposentadoria começando com seu primeiro salário.
10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão
11. Sele a paz com seu passado para que ele não estrague seu presente.
12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que se trata a jornada deles.
14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.
15 Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca (dorme).
16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente.
17. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeroso.
18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.
19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.
20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite não como resposta.
21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Se prepare bastante, depois deixe-se levar pela maré…
23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém é responsável pela sua felicidade além de você.
26. Encare cada “chamado desastre” com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todos.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.
31. Indepedentemente se a situação é boa ou ruim, irá mudar.
32. Não se leve tão à sério. Ninguém mais leva…
33. Acredite em milagres.
34. Deus te ama por causa de quem Deus é, não pelo o que você fez ou deixou de fazer.
35. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora.
36. Envelhecer é melhor do que a alternativa: morrer jovem.
37. Seus filhos só têm uma infância.
38. Tudo o que realmente importa no final é que você amou.
39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares.
40. Se todos jogassemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.
41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor está por vir.
43. Não importa como você se sinta, levante, se vista e apareça.
44. Produza.
45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente!”
fonte http://www.dihitt.com.br/noticia/45-licoes-que-a-vida-me-ensinou-2
Visit: http://reginabrett.com/