terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Um Curso Em Milagres

+++
 Um Curso Em Milagres - UCEM (também conhecido como ACIM em inglês), é um livro considerado por seus alunos como um "caminho espiritual". Escrito originalmente em inglês entre 1965 e 1972 pela psicóloga Helen Schucman.
De acordo com Helen, ela e o psicólogo William Thetford "escreveram" o livro por meio de um processo proveniente de canalização que Schucman chamou de "ditado interior". Helen Schucman disse que a fonte da sua canalização foi Jesus Cristo. Os ensinamentos do curso foram comparados com as premissas fundamentais da religião oriental. No entanto, ele utiliza a terminologia tradicional cristã. J. Gordon Melton constata que ele é mais popular entre aqueles que estão desiludidos pelo cristianismo tradicional.
Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
(ACIM/UCEM)
Desde a primeira vez em que ficou disponível para venda em 1976, teve mais de 1,5 milhões de cópias vendidas no mundo inteiro em dezesseis idiomas diferentes.
No curso você irá se deparar com vários termos que são de domínio da área de psicologia, tais como: projeção, separação, sistema delusório, sonhos, alucinação, negação, defesas, insanidade, ego, fantasia, culpa, e percepção. Todos esses termos que foram utilizados no livro fazem parte de um vasto sistema inter-relacionado.
O Curso é composto de três livros: o Texto de 721 páginas, o Livro de Exercícios para estudantes de 512 páginas e o Manual de Professores de 94 páginas.
É um sistema de pensamento diferenciado que, quando levado ao último entendimento, permite a conquista de um estado perene de paz, onde a certeza habita na vivência do reconhecimento da unidade em si mesmo e com Deus, onde o amor a tudo abrange e não deixa espaço para opostos, onde nada real pode ser ameaçado, e onde o medo não tem significado diante da eterna condição de impecabilidade de um ser divino e eternamente perfeito, visto que é herdeiro incondicional de todos os atributos do seu criador. É extremamente diferenciado porquê sua prática não tinha referência neste mundo na condição humana mas que, hoje já pode ser anunciado como uma real pragmática e objetiva forma de transitar dentro deste contexto virtual chamado mundo aparentemente tangível, até que a verdade alcance todas crenças equivocadas que, na ilusória dimensão chamada tempo, ainda podem ser percebidas, gerando estados desconfortáveis e sofríveis para aqueles que, equivocadamente se vêem como indivíduos e tentam dar realidade para idéias que admitem a possibilidade da separação ou de elementos separados, o que é totalmente impossível diante da lei imutável da unicidade da realidade. É enfim um modo de pensar onde perguntas como: de onde vim, prá onde vou, o que estou fazendo aquí, onde estou, assim como todas as questões de caráter existencial já podem ser respondidas, visto tratar-se de um sistema de pensamento onde mistério é algo impossível para todos que sinceramente queiram ver a verdade.
+++


Nenhum comentário:

Postar um comentário